Logo ASP

Notícias



Ex-chefe de campanha na Colômbia é acusado de receber propina da Odebrecht

O ex-coordenador da campanha do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, Roberto Prieto, é suspeito de ter recebido 300 milhões de pesos colombianos (um pouco mais de US$ 100 mil) para fazer lobby na Agência Nacional de Infraestrutura (ANI) para que uma obra fosse licitada para a Odebrecht, informou nessa quinta-feira (17) a imprensa local.


Segundo publicações colombianas, a acusação foi feita pelo empresário Eduardo Zambrano, detido durante as investigações para esclarecer o pagamento de propina da construtora brasileira para a obtenção de contratos de obras na Colômbia.


Zambrano, que faz parte da companhia Consultores Unidos S.A., explicou ao Ministério Público (MP) colombiano que Prieto fez lobby com o diretor da ANI, Luis Fernando Andrade, para conseguir recursos adicionais ao projeto da ponte Plato, um trecho da estrada Rota do Sol III.


De acordo com a imprensa local, ao ser perguntado se Prieto teria recebido dinheiro por esse apoio, Zambrano disse: "sim, uns 300 milhões (de pesos colombianos)".


Conforme o MP, a Consultores Unidos S.A. fez parte das cinco empresas com as quais a Odebrecht simulou contratos, por meio de sua filial na Colômbia, para direcionar recursos a políticos e agentes públicos do primeiro escalão.


As autoridades colombianas detiveram Zambrano e o empresário Federico Gaviria em julho, como parte das investigações para esclarecer o pagamento de propina da Odebrecht.


As detenções de Gaviria e Zambrano foram consequência das confissões do ex-senador Otto Bula, atualmente preso, que recebeu US$ 4,6 milhões da companhia brasileira para a licitação do contrato de obras da Rota do Sol II.

-------------------------------------------------
agenciabrasil
http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2017-08/ex-chefe-de-campanha-na-colombia-e-acusado-de-receber-propina-da

Mais Notícias

Ministro do STJ nega pedido de suspeição de Moro feito por defesa de Lula

\\\'Financial Times\\\': Corrupção e populismo atravessam Brasil sem fé na democracia

Governo avalia acabar com o horário de verão

Correios criam plano de segurança para as entregas no Rio

Mulher de Cabral fez 11 compras de joias, maioria sem nota fiscal, diz delatora

Festival Doces Palavras aberto nesta quarta-feira

Código Tributário é aprovado

Delegado da PF confirma tentativa de suborno a juiz para evitar prisão de Garotinho

STJ prorroga afastamento de conselheiros do TCE por mais 180 dias

Contas da Câmara investigadas

Prefeito de Campos garante que pagará 50% do repasse aos hospitais conveniados

Operação da PF desarticula quadrilha que furtava poupança de clientes da Caixa

Prefeitura vai à Justiça cobrar a Garotinho os R$ 11 milhões

Polícia Federal na casa de Garotinho para verificar cumprimento da prisão domiciliar

Depoimento de Lula a Sérgio Moro termina após pouco mais de 2h

Estado deve definir nesta quarta-feira como pagará os servidores

Ações penais entram na reta final

PF faz buscas nas casas de Joesley, Ricardo Saud e Marcelo Miller

Prefeitura organiza desfiles dos blocos de rua

Terminal Multicargas do Porto do Açu recebe primeiro navio do tipo Panamax

Moro nega pedido de Lula para adiar depoimento de Marcelo Odebrecht e Palocci

TSE nega recurso de Garotinho

TRE confirma condenação de Carla Machado e de Alexandre Rosa

PF desarticula organização criminosa que fraudava INSS em Campos

Cármen Lúcia disponibiliza contracheques de ministros e servidores do STF

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas