Logo ASP

Notícias



Alvo de investigações internacionais, Rei Arthur vive exílio de luxo em Miami

Reprodução
Megaempresário teria pago propina para escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos

Megaempresário teria pago propina para escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos

O empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho, conhecido como "Rei Arthur", apontado como ex-comandante das operações do grupo do ex-governador Sérgio Cabral, vive em uma mansão de luxo, na região de Key Biscayne, em Miami, nos EUA. As informações são de reportagem de Malu Gaspar e Emily L. Mahoney, publicada na revista piauí e no Miami Herald. 


De acordo com a publicação, o condomínio de alto padrão tem praia privativa, quadras de tênis, cinema, restaurante e, além do estacionamento comum, uma garagem com manobrista destinada especialmente aos carrinhos de golf dos proprietários.


"Porsches e Mercedes entram e saem. Visitantes indesejados são afastados pela segurança. Situada no meio de um terreno de quase 1.000 metros quadrados com piscina, a casa de 500 metros quadrados tem dois andares com paredes envidraçadas que cobrem as cinco suítes", revela a reportagem.


O Rei Arthur é dono de um grupo de empresas de prestação de serviços para governos, que ganhou força durante os governos Cabral e Pezão. A reportagem reforça que o empresário passou a controlar todas as contratações, escolhendo na surdina quem entrava e saía do rol de fornecedores do Estado.


Evidências de que o caminho de Soares até o topo foi regado a propinas vêm sendo recolhidas por procuradores, que estão no aguardo da chegada das provas recolhidas na França para o Brasil, em uma investigação de corrupção na escolha do Rio para ser sede da Olimpíada.


A reportagem lembra que, em março, o jornal francês Le Monde publicou que Soares teria pagado US$ 1,5 milhão a Papa Massata, filho do presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo, Lamine Diack, por meio da conta de uma offshore, a Matlock Capital Group, sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, para comprar seu voto.


O depósito teria ocorrido apenas três dias antes da votação que consagrou a vitória do Rio como sede dos Jogos, em 2 de outubro de 2009, em Copenhague. Mais US$ 500 mil teriam sido depositados em contas de Diack depois da escolha, como uma espécie de bonificação por resultados -- o Rio derrotou Madri por 66 votos a 32.

-------------------------------------------------
jbonline
http://www.jb.com.br/pais/noticias/2017/08/17/alvo-de-investigacoes-internacionais-rei-arthur-vive-exilio-de-luxo-em-miami/

Mais Notícias

Ministro do STJ nega pedido de suspeição de Moro feito por defesa de Lula

\\\'Financial Times\\\': Corrupção e populismo atravessam Brasil sem fé na democracia

Governo avalia acabar com o horário de verão

Correios criam plano de segurança para as entregas no Rio

Mulher de Cabral fez 11 compras de joias, maioria sem nota fiscal, diz delatora

Festival Doces Palavras aberto nesta quarta-feira

Código Tributário é aprovado

Delegado da PF confirma tentativa de suborno a juiz para evitar prisão de Garotinho

STJ prorroga afastamento de conselheiros do TCE por mais 180 dias

Contas da Câmara investigadas

Prefeito de Campos garante que pagará 50% do repasse aos hospitais conveniados

Operação da PF desarticula quadrilha que furtava poupança de clientes da Caixa

Prefeitura vai à Justiça cobrar a Garotinho os R$ 11 milhões

Polícia Federal na casa de Garotinho para verificar cumprimento da prisão domiciliar

Depoimento de Lula a Sérgio Moro termina após pouco mais de 2h

Estado deve definir nesta quarta-feira como pagará os servidores

Ações penais entram na reta final

PF faz buscas nas casas de Joesley, Ricardo Saud e Marcelo Miller

Prefeitura organiza desfiles dos blocos de rua

Terminal Multicargas do Porto do Açu recebe primeiro navio do tipo Panamax

Moro nega pedido de Lula para adiar depoimento de Marcelo Odebrecht e Palocci

TSE nega recurso de Garotinho

TRE confirma condenação de Carla Machado e de Alexandre Rosa

PF desarticula organização criminosa que fraudava INSS em Campos

Cármen Lúcia disponibiliza contracheques de ministros e servidores do STF

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas