Logo ASP

Notícias



Moro nega pedido de Lula para adiar depoimento de Marcelo Odebrecht e Palocci

ABr

Nesta segunda-feira (4), o juiz federal Sergio Moro negou o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender os interrogatórios de Marcelo Odebrecht e do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. Os depoimentos estão no âmbito da ação em que Lula responde por supostas vantagens indevidas recebidas da Odebrecht. Marcelo presta depoimento na tarde desta segunda-feira. Já Palocci será interrogado quarta-feira (6).


A defesa de Lula havia argumentado, na sexta-feira (1), que houve cerceamento. Os advogados afirmam que não tiveram acesso à integra de todos os documentos do departamento de propina da Odebrecht, e pediam um prazo de 30 dias para a análise.


Moro afirmou no entanto que, caso seja necessário, os acusados poderão prestar novos depoimentos para complementar informações sobre documentos juntados recentemente. “Não há base legal, porém, para a pretensão da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva de requerer tais provas antecipadamente e com isso suspender o processo para aguardar a produção dessas mesmas provas. Isso sem prejuízo de serem os acusados ouvidos novamente para questões complementares no futuro”, escreveu Moro.


O ex-presidente prestará depoimento no dia 13 de setembro, em Curitiba. Além de Marcelo, Odebrecht, nesta segunda-feira também prestam depoimento Demerval de Souza Gusmão Filho e Paulo Ricardo Baqueiro de Melo. 


Em delação premiada, o empresário Marcelo Odebrecht disse que Lula foi beneficiado com a compra, por R$ 12 milhões, de um imóvel em São Paulo que seria destinado ao Instituto Lula, mas não foi usado.

-------------------------------------------------
jbonline
http://www.jb.com.br/pais/noticias/2017/09/04/moro-nega-pedido-de-lula-para-adiar-depoimento-de-marcelo-odebrecht-e-palocci/

Mais Notícias

Ministro do STJ nega pedido de suspeição de Moro feito por defesa de Lula

\\\'Financial Times\\\': Corrupção e populismo atravessam Brasil sem fé na democracia

Governo avalia acabar com o horário de verão

Correios criam plano de segurança para as entregas no Rio

Mulher de Cabral fez 11 compras de joias, maioria sem nota fiscal, diz delatora

Festival Doces Palavras aberto nesta quarta-feira

Código Tributário é aprovado

Delegado da PF confirma tentativa de suborno a juiz para evitar prisão de Garotinho

STJ prorroga afastamento de conselheiros do TCE por mais 180 dias

Contas da Câmara investigadas

Prefeito de Campos garante que pagará 50% do repasse aos hospitais conveniados

Operação da PF desarticula quadrilha que furtava poupança de clientes da Caixa

Prefeitura vai à Justiça cobrar a Garotinho os R$ 11 milhões

Polícia Federal na casa de Garotinho para verificar cumprimento da prisão domiciliar

Depoimento de Lula a Sérgio Moro termina após pouco mais de 2h

Estado deve definir nesta quarta-feira como pagará os servidores

Ações penais entram na reta final

PF faz buscas nas casas de Joesley, Ricardo Saud e Marcelo Miller

Prefeitura organiza desfiles dos blocos de rua

Terminal Multicargas do Porto do Açu recebe primeiro navio do tipo Panamax

TSE nega recurso de Garotinho

TRE confirma condenação de Carla Machado e de Alexandre Rosa

PF desarticula organização criminosa que fraudava INSS em Campos

Cármen Lúcia disponibiliza contracheques de ministros e servidores do STF

Eduardo Cunha disse que apelará ao papa para ser julgado

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas