Logo ASP

Notícias



TRE mantém Pudim deputado

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o pedido do Partido da República (PR), que queria o mandato do deputado estadual Geraldo Pudim, que deixou a legenda em 2015 e filiou-se ao PMDB. De acordo com entendimento do plenário, Pudim não cometeu ato de infidelidade partidária. Por telefone, Pudim afirmou que, em nenhum momento, duvidou da vitória por não haver nada contra ele. E desabafou, dizendo que se tratava de perseguição por parte do presidente regional do PR Anthony Garotinho: “Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador”.


Pudim saiu do PR, após sucessivos atos de exclusão, como a suspensão da legenda e a proibição de utilizar a sigla, o que chegou a ser comunicado ao presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani. Segundo o plenário, não foi dado a Pudim o amplo direito à defesa diante dos atos e o procedimento de suspensão e, posteriormente, de expulsão, não teria passado pela Comissão de Ética do partido.


Em defesa de Pudim foi usada nota atestada por toda a bancada do PR que dizia que ele não havia cometido infidelidade partidária. Geraldo Pudim também foi retirado da executiva do Partido unilateralmente, por Garotinho.


O parlamentar questiona o porquê de o Partido da República não ter pedido na Justiça os mandatos dos deputados Márcia Jeovani, Felipe Soares, Jair Bittencourt, Gil Vianna e Clarissa Garotinho, que também mudaram para outros partidos no decorrer no tempo e depois de Pudim.


- As acusações que esse moço faz não trazem realidade. Sai do partido por não haver mais ambiente para continuar lá. Foi justa causa. E não foi o PR quem pediu meu mandato. Foi ele. O PR é ele. Por que não pediu de Jair Bittencourt, Felipe Soares, Gil Vianna (no caso de Gil, se escondeu atrás de um aliado para pedir)? Isso demonstra um processo de perseguição contra mim. Ele cria as coisas e quer que as pessoas acreditem naquilo. Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador. E acrescentou: “Esse rapaz está precisando de tratamento médico, a família precisa ver isso. Lamento que uma pessoa possa estar terminando sua vida publica desse jeito”.


Aliado de Garotinho há mais de 30 anos, Pudim rompeu com o ex-líder em 2015. Meses depois, filiou-se ao PMDB, que tem como presidente regional Picciani inimigo político de Garotinho. 

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/10/politica/1225751-tre-mantem-pudim-deputado.html

Mais Notícias

Ônibus de monitoramento reforça segurança no Centro

Chequinho: Kellinho, Miguelito e Ozeias têm recursos negados pelo TRE-RJ

Pezão afirma que salários de servidores devem ficar em dia em fevereiro

Justiça suspende contrato da Prefeitura com delator da operação Caixa d'Água

Planilha sugere que ex-diretor da Globo recebeu propina de US$ 1 milhão

Trabalhador que receber menos que o mínimo fará recolhimento complementar

Governo do Rio informa à Justiça que Garotinho se autolesionou no presídio

Operação Caixa d'água: Quatro juízes antes de Glaucenir e Ralph

Nome da operação é inspirado nas fotos da "farra dos guardanapos", de Paris

Rosinha é levada para o presídio feminino de Campos

Por determinação da Justiça, Garotinho é transferido para Benfica, onde está Cabral e Picciani

Mensagem sobre multa para quem não fizer biometria é falsa, diz TSE

Tribunal nega absolvição sumária de Marisa Letícia

Prazo para renovação de contratos do Fies prorrogado até dia 30

ÁGUA NATURAL E ÁGUA ADICIONADA DE SAIS SERÃO DIFERENCIADAS PELA COR DA EMBALAGEM

TRF2 aceita pedido de prisão de Jorge Picciani e mais dois deputados da Alerj

Estado do Rio paga salários de setembro para servidores que ganham até R$ 2.826 na sexta-feira

Fetranspor movimentou quase R$ 350 milhões em propinas, diz MPF

Servidores federais: segunda parcela do 13º salário será paga no início de dezembro

Mulher relata coação no corredor do Fórum

Rafael Diniz decreta corte no próprio salário, no da vice-prefeita e dos DAS

Cultura em movimento contra manifestação de racismo por alunos do IFF

Governo publica confirmação de empréstimo, e salários atrasados devem sair até...

Juiz nega embargos e revisa pena de ex-secretária e ex-coordenadora do Cheque Cidadão

Ministro da Justiça diz que comandantes de batalhões da PM são sócios do crime organizado no RJ

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas