Logo ASP

Notícias



TRE mantém Pudim deputado

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o pedido do Partido da República (PR), que queria o mandato do deputado estadual Geraldo Pudim, que deixou a legenda em 2015 e filiou-se ao PMDB. De acordo com entendimento do plenário, Pudim não cometeu ato de infidelidade partidária. Por telefone, Pudim afirmou que, em nenhum momento, duvidou da vitória por não haver nada contra ele. E desabafou, dizendo que se tratava de perseguição por parte do presidente regional do PR Anthony Garotinho: “Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador”.


Pudim saiu do PR, após sucessivos atos de exclusão, como a suspensão da legenda e a proibição de utilizar a sigla, o que chegou a ser comunicado ao presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani. Segundo o plenário, não foi dado a Pudim o amplo direito à defesa diante dos atos e o procedimento de suspensão e, posteriormente, de expulsão, não teria passado pela Comissão de Ética do partido.


Em defesa de Pudim foi usada nota atestada por toda a bancada do PR que dizia que ele não havia cometido infidelidade partidária. Geraldo Pudim também foi retirado da executiva do Partido unilateralmente, por Garotinho.


O parlamentar questiona o porquê de o Partido da República não ter pedido na Justiça os mandatos dos deputados Márcia Jeovani, Felipe Soares, Jair Bittencourt, Gil Vianna e Clarissa Garotinho, que também mudaram para outros partidos no decorrer no tempo e depois de Pudim.


- As acusações que esse moço faz não trazem realidade. Sai do partido por não haver mais ambiente para continuar lá. Foi justa causa. E não foi o PR quem pediu meu mandato. Foi ele. O PR é ele. Por que não pediu de Jair Bittencourt, Felipe Soares, Gil Vianna (no caso de Gil, se escondeu atrás de um aliado para pedir)? Isso demonstra um processo de perseguição contra mim. Ele cria as coisas e quer que as pessoas acreditem naquilo. Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador. E acrescentou: “Esse rapaz está precisando de tratamento médico, a família precisa ver isso. Lamento que uma pessoa possa estar terminando sua vida publica desse jeito”.


Aliado de Garotinho há mais de 30 anos, Pudim rompeu com o ex-líder em 2015. Meses depois, filiou-se ao PMDB, que tem como presidente regional Picciani inimigo político de Garotinho. 

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/10/politica/1225751-tre-mantem-pudim-deputado.html

Mais Notícias

Presidente da Fecomércio-RJ é acusado de desviar R$ 10 milhões

Crivella faz piada com chuvas: Em São Paulo vão lançar o 'Balsa Família'

STF julgará em março validade do auxílio-moradia para juízes

Rafael Diniz em Brasília com o presidente da Câmara dos Deputados

MP vai investigar Crivella por omissões e falhas em planejamento do Carnaval

Novo Dia D contra Febre Amarela no estado será no primeiro sábado de março

Protesto contra reforma paralisa 33 plataformas da Bacia de Campos

Aposentados e pensionistas do INSS têm até fevereiro para comprovar vida

Valor do pedágio na rodovia BR-101 sofre reajuste a partir deste sábado

Saiba quem é o general que comandará a intervenção federal no Rio

Ministro diz que violência no carnaval no Rio foi inaceitável e promete ajuda

Rio teve mais de 7 mil raios em quatro horas de temporal

Rodoviários da São Salvador paralisam atividades novamente

Parte da ciclovia Tim Maia desaba após forte chuva que atingiu o Rio

Dom Fernando Arêas Rifan em encontro com Papa Francisco no Vaticano

Walmart e Hortifruti garantem que vão funcionar no domingo de Carnaval

OPERADORAS DE TV POR ASSINATURA E INTERNET DEVERÃO TER LOJAS FÍSICAS NAS CIDADES EM QUE ATUAM

Bancos fecham durante o Carnaval e só reabrem na quarta de cinzas

AGU diz que auxílio-educação de R$ 3.535 a promotores do MP-RJ é desproporcional

TJ do Rio dispensa terno e gravata para advogados no verão

Operação Caixa d’água: começa a audiência em que casal Garotinho é réu

Motoristas de carros alegóricos vão passar pelo teste do bafômetro antes dos desfiles de carnaval do Rio

Luiz Fux toma posse hoje na presidência do TSE

Correios reajustam preço do serviço de despacho postal a partir de hoje

Justiça Federal retoma julgamento de processo sobre sítio de Atibaia

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas