Logo ASP

Notícias



TRE mantém Pudim deputado

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o pedido do Partido da República (PR), que queria o mandato do deputado estadual Geraldo Pudim, que deixou a legenda em 2015 e filiou-se ao PMDB. De acordo com entendimento do plenário, Pudim não cometeu ato de infidelidade partidária. Por telefone, Pudim afirmou que, em nenhum momento, duvidou da vitória por não haver nada contra ele. E desabafou, dizendo que se tratava de perseguição por parte do presidente regional do PR Anthony Garotinho: “Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador”.


Pudim saiu do PR, após sucessivos atos de exclusão, como a suspensão da legenda e a proibição de utilizar a sigla, o que chegou a ser comunicado ao presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani. Segundo o plenário, não foi dado a Pudim o amplo direito à defesa diante dos atos e o procedimento de suspensão e, posteriormente, de expulsão, não teria passado pela Comissão de Ética do partido.


Em defesa de Pudim foi usada nota atestada por toda a bancada do PR que dizia que ele não havia cometido infidelidade partidária. Geraldo Pudim também foi retirado da executiva do Partido unilateralmente, por Garotinho.


O parlamentar questiona o porquê de o Partido da República não ter pedido na Justiça os mandatos dos deputados Márcia Jeovani, Felipe Soares, Jair Bittencourt, Gil Vianna e Clarissa Garotinho, que também mudaram para outros partidos no decorrer no tempo e depois de Pudim.


- As acusações que esse moço faz não trazem realidade. Sai do partido por não haver mais ambiente para continuar lá. Foi justa causa. E não foi o PR quem pediu meu mandato. Foi ele. O PR é ele. Por que não pediu de Jair Bittencourt, Felipe Soares, Gil Vianna (no caso de Gil, se escondeu atrás de um aliado para pedir)? Isso demonstra um processo de perseguição contra mim. Ele cria as coisas e quer que as pessoas acreditem naquilo. Ele vive em um mundo próprio em que é juiz, advogado, promotor, desembargador, ministro... Ele julga e condena. Age como um ditador. E acrescentou: “Esse rapaz está precisando de tratamento médico, a família precisa ver isso. Lamento que uma pessoa possa estar terminando sua vida publica desse jeito”.


Aliado de Garotinho há mais de 30 anos, Pudim rompeu com o ex-líder em 2015. Meses depois, filiou-se ao PMDB, que tem como presidente regional Picciani inimigo político de Garotinho. 

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/10/politica/1225751-tre-mantem-pudim-deputado.html

Mais Notícias

Temer aciona 'forças federais' para desbloquear estradas

Feira da Roça é alternativa para campistas em meio à greve do caminhoneiros

Vereadores do Rio aprovam prioridade para o pagamento dos salários dos servidores

Motoristas de Uber fazem carreata em apoio aos caminhoneiros

Aeroporto Bartolomeu Lisandro diminui voos devido a ...

Greve de caminhoneiros pode prejudicar fornecimento de água no Rio

Bloqueio na BR-040 gera congestionamento de 8 quilômetros

Greve dos caminhoneiros pode suspender serviços no município de SFI

Testemunhas por vídeo nesta quarta-feira

Greve dos caminhoneiros afeta distribuição de alimentos

Policiais Civis reforçam que categoria não pode ser descontada em 14% a Previdência

Operação prende cinco suspeitos de venda de vagas em fila de hospital de Campos

TRE barra tentativa de Garotinho anular ação

Governo decreta ponto facultativo para servidores do Rio no dia 1º de junho

Porto do Açu inicia operação com um dos maiores navios do mundo

Caixa D’água: procurador de Justiça indicado por Rosinha e Garotinho não comparece a audiência

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

Alta do dólar não preocupa, diz secretário do Tesouro

Brasil tem instituições fortes e não há risco à democracia, diz Moro em NY

AGORA É LEI: FRAUDE DE COMBUSTÍVEL PODE ACARRETAR CASSAÇÃO DO ICMS

Pezão decreta ponto facultativo para servidores estaduais no dia 29

Governo antecipa para sexta-feira pagamento de salário a servidores que recebem até R$ 3 mil

Caso Ana Paula: réus e testemunhas de acusação ouvidos na primeira audiência

Câmara de vereadores aprova lei que permite a mercados abrirem aos domingos

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas