Logo ASP

Notícias



Índice que reajusta aluguéis desacelera em janeiro e fica em 0,76%

Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil
IGP-M é utilizado como base de cálculo para contratos de aluguel

IGP-M é utilizado como base de cálculo para contratos de aluguel

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) encerrou janeiro com variação positiva de 0,76%, divulgou hoje (30) Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado representa um recuo de 0,13 ponto percentual em relação ao verificado em dezembro (0,89%).


O índice deste mês, no entanto, ficou acima do registrado em janeiro de 2017, quando a variação foi 0,64%. Em 12 meses, o IGP-M acumula queda de 0,41%. O índice é utilizado como base de cálculo para renovações de contrato de aluguel.


Os três indicadores que compõem o IGP-M tiveram variação positiva em janeiro na comparação com o mês anterior. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve alta de 0,91%. A taxa é 0,33 ponto percentual menor que a verificada em dezembro (1,24%). O item Bens Finais variou 0,64% no mês. Em dezembro, ele estava em 0,48%. De acordo com o Ibre/FGV, a aceleração se deve ao comportamento do subgrupo alimentos in natura, que passou de -1,87% para 3,21%. O grupo bens intermediários variou 1,05%, e o de matérias-primas brutas, 1,08%.Terceiro componente do IGP-M, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 0,56% ante 0,3%, em dezembro. Das oito classes de despesa que formam esse índice, quatro tiveram alta nas taxas em janeiro em relação ao mês anterior. O destaque foi o grupo alimentação, que passou de 0,13% para 1,11%.


Tiveram acréscimos também os subgrupos educação, leitura e recreação (de 0,87% para 1,46%), transportes (de 0,78% para 0,92%) e comunicação (de -0,19% para 0,26%). Os grupos que apresentaram decréscimo foram vestuário (de 0,61% para -0,28%), habitação (de -0,06% para -0,17%), saúde e cuidados pessoais (de 0,44% para 0,40%) e despesas diversas (0,18% para 0,17%).


O IGP-M é composto ainda pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que passou de 0,14% em dezembro para 0,28%. O item que teve maior peso no resultado foi a alta nos preços de materiais, equipamentos e serviços, com variação de 0,59%. No mês anterior, a taxa foi 0,22%. O custo da mão de obra registrou leve alta de 0,03%. Em dezembro, o índice ficou em 0,07%.

-------------------------------------------------
agenciabrasil
http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-01/indice-que-reajusta-alugueis-desacelera-em-janeiro-e-fica-em-076

Mais Notícias

Temer aciona 'forças federais' para desbloquear estradas

Feira da Roça é alternativa para campistas em meio à greve do caminhoneiros

Vereadores do Rio aprovam prioridade para o pagamento dos salários dos servidores

Motoristas de Uber fazem carreata em apoio aos caminhoneiros

Aeroporto Bartolomeu Lisandro diminui voos devido a ...

Greve de caminhoneiros pode prejudicar fornecimento de água no Rio

Bloqueio na BR-040 gera congestionamento de 8 quilômetros

Greve dos caminhoneiros pode suspender serviços no município de SFI

Testemunhas por vídeo nesta quarta-feira

Greve dos caminhoneiros afeta distribuição de alimentos

Policiais Civis reforçam que categoria não pode ser descontada em 14% a Previdência

Operação prende cinco suspeitos de venda de vagas em fila de hospital de Campos

TRE barra tentativa de Garotinho anular ação

Governo decreta ponto facultativo para servidores do Rio no dia 1º de junho

Porto do Açu inicia operação com um dos maiores navios do mundo

Caixa D’água: procurador de Justiça indicado por Rosinha e Garotinho não comparece a audiência

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

Alta do dólar não preocupa, diz secretário do Tesouro

Brasil tem instituições fortes e não há risco à democracia, diz Moro em NY

AGORA É LEI: FRAUDE DE COMBUSTÍVEL PODE ACARRETAR CASSAÇÃO DO ICMS

Pezão decreta ponto facultativo para servidores estaduais no dia 29

Governo antecipa para sexta-feira pagamento de salário a servidores que recebem até R$ 3 mil

Caso Ana Paula: réus e testemunhas de acusação ouvidos na primeira audiência

Câmara de vereadores aprova lei que permite a mercados abrirem aos domingos

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas