Logo ASP

Notícias



Operação Caixa d’água: começa a audiência em que casal Garotinho é réu

JTV
Garotinho foi dispensado da audiência

Garotinho foi dispensado da audiência

A audiência instrução e julgamento, do esquema de Caixa 2 para eleição e reeleição do ex-governador do estado, Anthony Garotinho e seus aliados políticos, já teve início, no Fórum Maria Teresa Gusmão. Garotinho e a ex-prefeita de Campos, Rosinha Garotinho foram dispensados pelo juízo. Dez advogados atuam na defesa dos oito acusados.


A defesa pediu que a imprensa não registrasse o momento em que os argumentos em favor dos réus fossem apresentados. O juiz negou o pedido e houve uma discussão. De acordo com um dos advogados, a imprensa poderia gerar publicitação midiática para fins políticos, o que pode vir a prejudicar seus clientes. Mais uma vez, o juiz indeferiu o pedido sob a justificativa de que o processo não corre em segredo de justiça.


Um dos advogados também defende o ex-secretário de Controle Orçamentário e Auditoria do governo Rosinha, Suledil Bernadino. Além de Rosinha, Garotinho e Suledil, também são réus na ação o então presidente Nacional do PR, Antônio Carlos Rodrigues, o genro dele, Fabiano Rosas Alonso, o policial civil aposentado Antônio Carlos Ribeiro, conhecido como Toninho, o empreiteiro Ney Flores e o ex-subsecretário de governo da Prefeitura de Campos, Thiago Godoy.


O ex-vice-prefeito de Campos, Dr. Chicão foi convocado como depoente/testemunha e esteve presente no fórum. A primeira testemunha de acusação do processo a ser ouvida foi Adilson Gomes Barbosa, por volta das 15h. Ele é sogro do empresário André Luis Ribeiro, o Deca, que procurou a Polícia Federal de Campos em 2017 e participou de uma colaboração premiada e delatou o esquema criminoso. Em depoimento à PF, Deca disse que Anthony Garotinho cobrava dinheiro de empreiteiros que prestavam serviço à prefeitura de Campos para utilizar em campanhas políticas. Segundo o empresário, Garotinho alegava que quem não entregasse o dinheiro em forma de doação para campanha não receberia o que a Prefeitura de Campos devia às empresas por prestarem serviços de obra ao município.


Segundo o processo, Deca também foi obrigado a utilizar uma de suas empresas (Ocean Link) para receber R$ 3 milhões da empresa JBF, de Wesley Batista em um falso contrato de prestação de serviço para que esse dinheiro depois fosse entregue a Garotinho.

-------------------------------------------------
terceiravia
http://www.jornalterceiravia.com.br/2018/02/06/operacao-caixa-dagua-comeca-a-audiencia-em-que-casal-garotinho-e-reu/

Mais Notícias

Comércio pode abrir no feriado

UE anuncia embargo de carnes de 20 estabelecimentos do Brasil

Sindipetro-NF realiza ato contra demissões em Macaé

Buraco nas contas: em 2017, gastos do Rio superam arrecadação

Taxa de incêndio com calendário definido

Caixa D’Água: Justiça marca interrogatório de Garotinho, Rosinha e ex-ministro

Rafael vence por 6 a 0 no Tribunal Regional Eleitoral

Caixa, Santander e BB lideram ranking de reclamações contra bancos no 1º tri

Caso Marielle: 'Polícia Civil já entendeu o cenário do crime', diz Barbosa

Assassinato de analista judiciária que comoveu Campos faz um ano

Rio de Janeiro regulamenta serviços de transporte por aplicativo

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na sede do PreviCampos

Juíza barra visita de nove governadores a Lula

STF marca para dia 17 julgamento de denúncia contra Aécio Neves

AGORA É LEI: ATOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DEVERÃO SER PUBLICADOS EM DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO

Praia de Santa Clara receberá obras emergenciais após fortes chuvas

Hypera Pharma é alvo de operação da PF

TJ vota lista para substituir relatora

IPTU com desconto de 15% até dia 10

Lula cogita não se entregar à PF, e defesa aguarda decisão do STJ

AGORA É LEI: ACADEMIAS SÃO OBRIGADAS A ALERTAR SOBRE RISCOS DOS ANABOLIZANTES

AGORA É LEI: ACADEMIAS DEVERÃO INCENTIVAR CONSULTA DE REGISTRO PROFISSIONAL ...

Transexuais e travestis já podem incluir nome social no título de eleitor

'Justiça que tarda é uma justiça que falha', diz Raquel Dodge

Rafael Diniz fala do êxito da 15ª rodada da ANP

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas