Logo ASP

Notícias



Caixa D’água: procurador de Justiça indicado por Rosinha e Garotinho não comparece a audiência

reprodução
Eduardo Gussem, procurador-geral de justiça informou que nunca teve qualquer relação com o casal

Eduardo Gussem, procurador-geral de justiça informou que nunca teve qualquer relação com o casal

Três das principais testemunhas arroladas pelas defesas Anthony Garotinho (PRP) e Rosinha Garotinho (Patriota) para depoimentos na ação penal resultante da Operação Caixa D’água não compareceram às oitivas marcadas para a tarde desta quarta-feira (16), no Fórum Maria Tereza Gusmão, em Campos. Tais testemunhas, a princípio, foram desconsideradas pelo juiz da 98ª Zona Eleitoral da cidade, Ralph Manhães, mas o Supremo tribunal Federal autorizou que elas fossem ouvidas. Uma delas informou desconhecer o motivo pelo qual foi apontado como testemunha, já que nunca manteve qualquer tipo de relação com os Garotinho.


Uma dessas testemunhas é procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem. Sua assessoria informou que encaminhou ofício à 98ª Zona Eleitoral colocando-se à disposição para dar o seu depoimento pessoal por meio de carta precatória ou por videoconferência. No documento, Gussem informa sobre a impossibilidade de comparecer na data de 16 de maio por limitações de ordem médica.


“Eduardo Gussem esclarece que desconhece os motivos pelos quais foi arrolado como testemunha de defesa do casal Garotinho, no processo referente à Operação Caixa D’água. O procurador-geral de Justiça do Estado afirma que jamais manteve qualquer tipo de relacionamento com os ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho”, informou a assessoria do procurador-geral.


Também foi arrolado como testemunha de defesa o desembargador do Tribunal de Justiça do rio, José Carlos Paes. O desembargador informou, por telefone, que não virá a Campos e já enviou ofício com sua decisão ao juízo eleitoral responsável pela ação. Paes é presidente da 14ª Câmara Cível do TJ e vai presidir 32 processos na quarta-feira. Ele informou também que seu depoimento será feito por carta precatória.


Quem também não compareceu foi o procurador da República Eduardo El Hage.


Rosinha e Garotinho serão ouvidos pela Justiça no dia 5 de junho, às 13h. O depoimento deles seria no dia 18 de abril, mas foi adiado depois que eles chegaram ao fórum.


Caixa D’água – No dia 22 de novembro de 2017, a Polícia Federal prendeu Rosinha, Garotinho, Suledil Bernardino, Thiago Godoy, Ney Flores, Antônio Rodrigues, Fabiano Alonso e o policial civil aposentado Antônio Carlos Ribeiro. O esquema criminoso foi delatado pelo empresário André Luiz Rodrigues, o Deca à PF. Ele informou que Garotinho e seu grupo político solicitava dinheiro de empresários para financiamento de campanha eleitoral em troca de que a prefeitura de Campos – comandada pela mulher dele, Rosinha – pagaria a esses mesmos empresários os créditos que tinham com o poder público após prestação de serviços.

-------------------------------------------------
terceiravia
http://www.jornalterceiravia.com.br/2018/05/16/caixa-dagua-procurador-de-justica-indicado-por-rosinha-e-garotinho-nao-comparece-a-audiencia/

Mais Notícias

Temer aciona 'forças federais' para desbloquear estradas

Feira da Roça é alternativa para campistas em meio à greve do caminhoneiros

Vereadores do Rio aprovam prioridade para o pagamento dos salários dos servidores

Motoristas de Uber fazem carreata em apoio aos caminhoneiros

Aeroporto Bartolomeu Lisandro diminui voos devido a ...

Greve de caminhoneiros pode prejudicar fornecimento de água no Rio

Bloqueio na BR-040 gera congestionamento de 8 quilômetros

Greve dos caminhoneiros pode suspender serviços no município de SFI

Testemunhas por vídeo nesta quarta-feira

Greve dos caminhoneiros afeta distribuição de alimentos

Policiais Civis reforçam que categoria não pode ser descontada em 14% a Previdência

Operação prende cinco suspeitos de venda de vagas em fila de hospital de Campos

TRE barra tentativa de Garotinho anular ação

Governo decreta ponto facultativo para servidores do Rio no dia 1º de junho

Porto do Açu inicia operação com um dos maiores navios do mundo

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21

Alta do dólar não preocupa, diz secretário do Tesouro

Brasil tem instituições fortes e não há risco à democracia, diz Moro em NY

AGORA É LEI: FRAUDE DE COMBUSTÍVEL PODE ACARRETAR CASSAÇÃO DO ICMS

Pezão decreta ponto facultativo para servidores estaduais no dia 29

Governo antecipa para sexta-feira pagamento de salário a servidores que recebem até R$ 3 mil

Caso Ana Paula: réus e testemunhas de acusação ouvidos na primeira audiência

Câmara de vereadores aprova lei que permite a mercados abrirem aos domingos

Mais de 200kg de queijos apreendidos por fiscais da Vigilância Sanitária em Campos

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas