Logo ASP

Notícias



Com quase 2 mil casos, Prefeitura decreta epidemia de Chikungunya em Campos

Jonatha Lilargem
Coletiva sobre caso de chikungunya em Campos

Coletiva sobre caso de chikungunya em Campos

Autoridades de saúde anunciaram, na manhã desta sexta-feira (29), durante entrevista coletiva no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que Campos enfrenta uma epidemia de chikungunya, com quase 2 mil casos confirmados da doença no município este ano.


— Estamos preocupados e montamos várias reuniões de comitê para começarmos as ações de combate. Essas variações climáticas causam um aumento de número de casos, principalmente neste cenário de chikungunya. Decretamos a epidemia da doença e, atualmente, são 1.966 casos confirmados de chikungunya em Campos — afirmou a diretora de Vigilância em Saúde, Andreya Moreira.


Andreya também falou sobre o crescimento recente da doença no município. “Em janeiro, tivemos apenas um caso de chikungunya registrado, enquanto em fevereiro não tivemos nenhum. Em março, foram cinco casos, e abril, 113. Já em maio, foram 921. São 300 casos a cada 10 mil habitantes”, afirmou.


Cintia Ferrini, subsecretária municipal de Saúde, afirmou que desde o início da gestão a secretaria já estava preocupada com o possível avanço das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. “Chikungunya é uma doença que já atinge todo o Brasil. Intensificamos nossa ação, trabalhamos junto com a secretaria de Meio Ambiente para solucionar o problema. Montamos um comitê para discutir a situação”, ressaltou.


Segundo o diretor do CCZ, Marcelo Sales, desde que o município detectou o aumento do Liraa, as ações de combate foram intensificadas. “Os bairros com maior infestação são Donana, Oliveira Botelho, Turfe Clube, Parques Fazendinha, Leopoldina, Dom Bosco, Pecuária, São Clemente, Santo Antônio e Santa Rosa. Fizemos cinco mutirões e continuaremos fazendo até o dia 20 de julho. Até agora, atuamos em 300 terrenos baldios. Retiramos pneus e outros objetos que têm o foco do mosquito”, afirmou.


O secretário municipal de Desenvolvimento Ambiental, Leonardo Barreto, destacou que as autoridades públicas realizaram planos para evitar a propagação das doenças causadas pelo mosquito. “Desde o início, a gente já estava traçando metas para evitar o que já estava acontecendo hoje. Nossa secretaria, através da nossa fiscalização, notificou 500 residências em que os moradores estavam descartando lixo de forma irregular nas ruas da cidade. Atuamos junto com a secretaria de Saúde, mais precisamente com o CCZ, para fazermos com que estes números reduzam”, disse.


As autoridades de saúde orientam que os moradores que acharem que estão infectados devem procurar a unidade de saúde mais próxima para se tratar. Os Hospital Ferreira Machado (HFM) e o Hospital Geral de Guarus (HGG) também são opções, mas nessas unidades o atendimento pode ser mais demorado, já que recebem um grande volume de pacientes. A secretaria ainda informou que houve um aumento no número de exames laboratoriais nas unidades públicas de saúde.

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/06/geral/1235843-com-quase-2-mil-casos-prefeitura-admite-epidemia-de-chikungunya-em-campos.html

Mais Notícias

Estimativa para a inflação deste ano sobe para 4,28% e a do PIB cai para 1,35%

Importunação sexual vira crime com pena de até 5 anos de prisão

Postura notifica mais 70 proprietários para limpeza de imóveis

ARÁBIA SAUDITA TEM PRIMEIRA MULHER COMO ÂNCORA DE TELEJORNAL NOTURNO

Investimentos em novos negócios

SFI CONTRA O FECHAMENTO DO FÓRUM

Ministério Público impugna 749 candidaturas com base na Ficha Limpa

Advogados fazem ato em defesa das prerrogativas da classe

Toffoli diz que urna eletrônica é segura e defende a Lava Jato

Servidores públicos poderão reduzir jornada de trabalho

TSE autoriza apoio das forças federais em 41 municípios do Estado do Rio

Justiça nega pedido de teste de insanidade mental de agressor de Bolsonaro

Posturas faz nova notificação a donos de terrenos abandonados

Mais segurança na BR é pedida

TRF2 determina à PF condução coercitiva de Garotinho

Lei que estendia efeitos de ações judiciais a servidores é inconstitucional, reforça TJ-RJ

Justiça eleitoral afasta vereador de São Francisco de Itabapoana por 180 dias

Bombeiros concluem que Museu Nacional estava irregular quanto à segurança contra incêndio

TRF-2 mantém condenação e aumenta a pena de Garotinho por formação de quadrilha

Fogo no Museu pode ter sido causado por balão ou curto-circuito, diz ministro

Guarus Plaza Shopping: pedra fundamental é lançada nesta negunda

Seca do Paraíba é a mais longa em 85 anos

Ex-secretário de Saúde de Cabral, Sérgio Côrtes, volta a ser preso na Lava Jato

Agentes comunitários da saúde em protesto em frente à Câmara

INSS: lei garante salário-maternidade para homens em casos de adoção

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas