Logo ASP

Notícias



Motorista de van protestam contra alteração prevista para o transporte alternativo

Verônica Nascimento

Motoristas e cobradores de vans fizeram um protesto na manhã desta terça-feira (3), no Cais da Lapa, na avenida XV de Novembro, no Centro. Depois eles seguiram em carreata com buzinaço por algumas ruas centrais, para a sede da Prefeitura, no Parque Santo Amaro. Os manifestantes questionam a alteração no transporte público de Campos, que será apresentada em audiência pública nesta quarta (4) e que, segundo eles, transfere os trajetos e linhas dos veículos do transporte alternativo para os distritos e localidades do interior.


A manifestação acontece um dia antes da audiência pública na Câmara dos Vereadores para a apresentação do projeto básico de Transporte Coletivo Alimentador de Passageiros, que visa alterar e regularizar o sistema de transporte público da cidade. Em faixas, os manifestantes declaravam ser trabalhadores e questionavam como, “com a retirada do transporte alternativo de dentro do município campista”, eles poderão honrar com os compromissos. Segundo o motorista Saulo Nunes, a manifestação foi dos trabalhadores de cerca de 100 vans que não participam de cooperativas e fazem linhas de bairros como Eldorado, Parque Cidade Luz, Travessão, Morro do Coco e Nova Brasília, entre outros.


— O projeto que será apresentado define um bilhete único, para os passageiros pagarem na van ou no ônibus. O problema é colocar a van para fazer ‘terminagem’, levando os moradores até os pontos estabelecidos para passarem aos ônibus. A gente, do transporte alternativo, leva os veículos para o interior e, se for na região Norte de Campos, temos de deixá-los no Ceasa; da Baixada, em Goitacazes, e da região de Serrinha, em Ururaí. A maioria dos moradores do interior perdeu o emprego com o fim da passagem a R$ 1 e trabalha lá mesmo, onde mora. Quais serão nossos passageiros, idosos e estudantes? Como será feito esse repasse do bilhete único? Queremos ser ouvidos pelo prefeito Rafael Diniz, porque ele ainda pode mudar isso — contou o motorista.


A Prefeitura de Campos informou, por meio de nota, que na audiência pública desta quarta será mostrado que as vans serão regularizadas através de licitação, fazendo com que passem a integrar o sistema de transporte coletivo. A nota diz ainda que todos terão possibilidades rentáveis de manter o funcionamento das vans, de maneira que cada permissionário tenha preservado seu direito.


A Prefeitura ainda disse que, com a licitação, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) está regularizando e dando legalidade ao processo, porque cada permissionário terá contrato assinado e todas as garantias legais preservadas, além de melhorar o serviço oferecido à população.


A manifestação foi acompanhada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar. Até o final dessa manhã, os manifestantes aguardavam atendimento na sede da Prefeitura de Campos.

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/07/geral/1235977-motoristas-de-van-protestam-contra-alteracao-prevista-para-o-transporte-alternativo.html

Mais Notícias

Estimativa para a inflação deste ano sobe para 4,28% e a do PIB cai para 1,35%

Importunação sexual vira crime com pena de até 5 anos de prisão

Postura notifica mais 70 proprietários para limpeza de imóveis

ARÁBIA SAUDITA TEM PRIMEIRA MULHER COMO ÂNCORA DE TELEJORNAL NOTURNO

Investimentos em novos negócios

SFI CONTRA O FECHAMENTO DO FÓRUM

Ministério Público impugna 749 candidaturas com base na Ficha Limpa

Advogados fazem ato em defesa das prerrogativas da classe

Toffoli diz que urna eletrônica é segura e defende a Lava Jato

Servidores públicos poderão reduzir jornada de trabalho

TSE autoriza apoio das forças federais em 41 municípios do Estado do Rio

Justiça nega pedido de teste de insanidade mental de agressor de Bolsonaro

Posturas faz nova notificação a donos de terrenos abandonados

Mais segurança na BR é pedida

TRF2 determina à PF condução coercitiva de Garotinho

Lei que estendia efeitos de ações judiciais a servidores é inconstitucional, reforça TJ-RJ

Justiça eleitoral afasta vereador de São Francisco de Itabapoana por 180 dias

Bombeiros concluem que Museu Nacional estava irregular quanto à segurança contra incêndio

TRF-2 mantém condenação e aumenta a pena de Garotinho por formação de quadrilha

Fogo no Museu pode ter sido causado por balão ou curto-circuito, diz ministro

Guarus Plaza Shopping: pedra fundamental é lançada nesta negunda

Seca do Paraíba é a mais longa em 85 anos

Ex-secretário de Saúde de Cabral, Sérgio Côrtes, volta a ser preso na Lava Jato

Agentes comunitários da saúde em protesto em frente à Câmara

INSS: lei garante salário-maternidade para homens em casos de adoção

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas