Logo ASP

Notícias



Aos 75 anos, um 'senhor' relógio na Central

Armando Paiva
O relógio da Central completa 75 anos em 2018 e será reformado

O relógio da Central completa 75 anos em 2018 e será reformado

Rio - Um dos mais imponentes quatro faces do planeta, o relógio do prédio da Central do Brasil, no Centro do Rio, completa 75 anos em 2018. Como presente de aniversário, a 'peça' passa pela maior reforma dos últimos 25 anos. A Secretaria Estadual de Segurança Pública, responsável pelo equipamento, que se transformou em um dos cartões-postais mais queridos da cidade, não divulgou o total de investimentos nas obras, com previsão de término em setembro.


As reformas incluem reforços em câmeras e alarmes, com o objetivo de evitar atos de vandalismo, como pichações. Também incluem melhorias nos controles interno e externo, que envolvem acionamentos elétricos e motorizados; melhorias do comando geral de engrenagens, separadas em cada um dos lados; e dos painéis de controle. Além disso, o subsistema de energia ganhou baterias.


Construído pela International Business Machines (IBM), uma empresa norte-americana voltada para a área de informática, o relógio da Central ocupa, a 110 metros de altura, cinco andares do Edifício Dom Pedro II, erguido em 1943. Cada face tem dez metros quadrados, entre o 21° e 26° andares da torre.Depois de ficar sem funcionar por aproximadamente um ano, por falta de manutenção e orçamento, o sistema voltou a marcar as horas corretas, em fase de testes, no mês passado. A notícia alegrou os admiradores mais velhos e boa parte dos mais de um milhão de trabalhadores que circulam por dia pela região e se orientam pelos gigantes ponteiros.


"A previsão é de voltar a funcionar plenamente em dois meses", diz trecho de nota da Seseg. A manutenção e reforma exigem mão de obra especializada e contam até com alpinistas. Só os ponteiros do 'senhor relógio' pesam, juntos, 452 quilos em cada lado. Os dos minutos têm 7,5 metros de comprimento e 270 quilos cada um. O das horas, 5,35 metros e 182 quilos.


Hoje, o engenheiro eletricista Célio Cairo Borges, 58 anos, é o responsável geral pela manutenção do equipamento, auxiliado pelo supervisor em sistemas Jorge Sebastião de Freitas, 60. De acordo com eles, as peças enormes do relógio não existem mais no mercado. Nem externo. Em caso de necessidade, relojoeiros têm que refazer o componente danificado, de forma manual.


"Existem coisas que podem esperar. Outras não, como o relógio da Central, que marca o tempo. E o tempo não para", comenta Célio. Assim como Jorge, ele era da antiga equipe técnica da então Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), que foi responsável pelo relógio, tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Rio desde 1996.

-------------------------------------------------
odiaonline
https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2018/07/5560032-aos-75-anos-um-senhor-relogio-na-central.html

Mais Notícias

"O Rei Leão" estreia nesta quinta (18) no Kinoplex

Servidores do TJ-RJ vão receber parcela do 13º salário até o dia 30

A tríplice que fez muita gente sonhar nos anos 80. E a moda desses colecionáveis só aumenta com o tempo. Veja como...

RADARES NA RODOVIA AMARAL PEIXOTO SERÃO DESLIGADOS EM CUMPRIMENTO A LEI DA ALERJ

Abigail Disney afirmou que se infiltrou em um dos parques temáticos...

Empresa de Gás recebe todos os equipamentos de grande porte para conclusão da primeira térmica no Porto do Açu

Volkswagen Tiguan R-Line chega com preparação Oettinger de 280 cv 0

Porto do Açu vai além da Bacia de Campos

TJRJ suspende decisão de desembargadora e Garotinho deverá usar tornozeleira

TJ-RJ analisa na segunda-feira ação que pode resultar em demissão de agentes de Educação Infantil

Caiu! WhatsApp, Facebook, Twitter e Instagram ficam instáveis nesta quarta...

Conheça 5 acessórios perigosos que você deveria evitar

AGORA É LEI: CERTIDÕES EMITIDAS PELAS COMPANHIAS DE HABITAÇÃO DOS MUNICÍPIOS SERÃO GRATUITAS

Ompetro vai a Rodrigo Maia por apoio contra redistribuição de royalties

Arquiteta campista é premiada nacionalmente

Delaçãol envolve Garotinho

Estado: sem reajuste há cinco anos, servidores estão com defasagem salarial de 30%

Guedes critica recuos no parecer da reforma: "Podem abortar a nova Previdência"

STF adia votação de ação que pode fixar data-base para reajuste salarial de servidores

Previdência: abono do PIS/Pasep será concedido para quem ganha até R$ 1.300

Telegram é alvo de ciberataque DDoS; usuários do Brasil estão entre mais afetados

Após três casos de meningite e uma morte, presidários de Campos serão transferidos para Itaperuna

Lava Jato não é suscetível de qualquer retrocesso, diz Fachin

Senado faz campanha de combate a notícias falsas

Negócios da China

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas