Logo ASP

Notícias



Polícia Militar retoma segurança na Uenf após cerca de um ano sem parceriat

Silvana Rust
Convênio tinha sido suspenso em 2017

Convênio tinha sido suspenso em 2017

Suspenso em julho de 2017 por falta de recursos, o convênio entre a Uenf e a Polícia Militar para adesão ao Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) foi retomado esta semana. Desde segunda-feira (6), os policiais militares voltaram a atuar nos campi e unidades da Uenf.


Os policiais estão divididos em quatro postos no campus Leonel Brizola, dois postos no Colégio Agrícola e outros dois postos no campus de Macaé. Cada posto funciona em dois turnos de 12 horas cada um: das 8h às 20h e das 20h às 8h.


O prefeito da Uenf, Rogério de Castro, lembra que o convênio foi suspenso sob a alegação de falta de pagamento. Na época, a Reitoria tentou argumentar que possuía o orçamento e realizou todos os procedimentos administrativos, mas a Secretaria de Fazenda (Sefaz) não efetivou o pagamento. A própria PM reconheceu que a Uenf tinha a documentação em ordem, mas não tinha o que fazer.


“Este ano, a Sefaz realizou os pagamentos atrasados e iniciamos os procedimentos administrativos para retorno do convênio. Na quinta da semana passada, a última etapa foi finalizada, quando fomos ao Rio, no Batalhão de Choque, sede do Proeis, para nosso cadastramento no sistema, permitindo nosso acesso a informações referentes aos postos da Uenf”, disse.


A Uenf aderiu ao Proeis em julho de 2014, após aprovação do Conselho Universitário.

-------------------------------------------------
terceiraviaonline
http://www.jornalterceiravia.com.br/2018/08/07/policia-militar-retoma-seguranca-na-uenf-apos-cerca-de-um-ano-sem-parceria/

Mais Notícias

Bolsonaro diz a governadores que há medidas amargas, mas necessárias

Tudo pronto para Bienal do livro

Joaquim Levy aceita convite de Bolsonaro e vai presidir BNDES

Terpor de Macaé vai sair do papel

Morre o ex-presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, vítima de câncer

Governador do Rio exonera secretário de Governo e presidente do Detran presos pela PF

FABRICANTES DE ROUPAS PODEM TER QUE INCLUIR ETIQUETAS EM BRAILE EM SEUS PRODUTOS

Gasto com salários de magistrados do TJ-RJ vai subir R$ 43 milhões com reajuste do STF

Prefeitura e Câmara solicitam ao Exército auxílio para recuperar ponte em Macaé

Campos se prepara para 1º Festival de Natal

Operação da Polícia Federal tem como alvo deputados do Rio de Janeiro

Liceu completa 138 anos com diversas atividades

Chuva causa alagamentos e Prefeitura de Macaé decreta estado de calamidade

STF pode julgar novo habeas corpus de Lula ainda este ano, diz Fachin

Bolsonaro vê com \'preocupação\' aumento para ministros do STF

Carrefour compra sites de comida e receitas por transformação digital

Prefeitura de Campos reassume terreno da antiga fábrica de macarrão

Bolsonaro: Na democracia só existe um norte que é o da nossa Constituição

Bolt, carro elétrico da GM, chega ao Brasil em 2019 por R$ 175 mil

Petrobras reajusta botijão de gás de cozinha em 8,5% nas refinarias a R$ 25,07

Expectativa para a Black Friday

CNJ julga juiz que acusou Gilmar Mendes de receber para libertar Garotinho

Defesa de Lula faz novo pedido de liberdade, citando suspeição de Moro

Bolsonaro diz que Moro terá “liberdade” para escolher sua equipe

PF vai investigar organização que tenta impedir apuração do caso Marielle

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas