Logo ASP

Notícias



Seca do Paraíba é a mais longa em 85 anos

Isaías Fernandes
Rio Paraíba do Sul

Rio Paraíba do Sul

O período de seca do rio Paraíba do Sul é o mais longo em 85 anos. A afirmação é do diretor do Comitê do Baixo Paraíba, João Siqueira. A solução para o problema passa pela construção de uma cisterna de água e contenção de cheias, que deverá ser realizada em Minas Gerais. Enquanto o projeto não sai do papel, ações são realizadas pela Prefeitura de Campos e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que buscam minimizar os impactos. Com o volume baixo do rio, a população aproveitou para cultivar hortas nas áreas ribeirinhas.


Segundo João Siqueira, este ano o nível da chuva foi até maior, mas não o suficiente para acabar com a crise. “Esse ano choveu mais um pouco, mas não choveu nas cabeceiras. Em 85 anos que se mede o nível do rio Paraíba aqui em Campos, a cota mínima é 5,20m. De 2013 a 2017, caiu para 4,40. O rio está seco novamente. A crise não acabou. Hoje, está em 4,60m. Vai chegar em setembro ou outubro a 4,20m. São cinco anos de seca, nunca houve isso na história do Paraíba. Em 85 anos de medição, nunca houve uma seca deste tamanho”, ressaltou.


Outro fator que contribuiu para complicar a situação do rio Paraíba do Sul é o aumento do período seco nos últimos 20 anos. “Nós dividimos o rio Paraíba do Sul em duas partes: a primeira que atende São Paulo e a cidade do Rio de Janeiro e a segunda que atende o restante da bacia. O lado de São Paulo e Rio tem cisterna, o nosso lado não tem. Chove, bate na calha, vai para o mar e está seco de novo. E isso é de março a outubro, período seco que se alongou para Campos e São João da Barra nos últimos 20 anos. Era de maio a setembro, agora é de março a outubro”, disse João Siqueira.


A seca no rio em Campos fez surgir uma horta comunitária nos arredores do Paraíba. Na altura do Jardim Carioca, em Guarus, são cultivadas hortaliças, legumes e verduras de todo tipo. O uso do rio pela população em períodos secos não é novidade. Em 2014, as pessoas transformaram o Paraíba em balneário, com direito a guarda-sol, cadeira, cerveja, samba e farofa. Na época, o local foi apelidado de “Ilha dos Caras”.


Para evitar tais situações, João Siqueira ressalta que é necessário a construção da cisterna. “Alocamos um recurso do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap) para fazer o projeto da cisterna. Existia um projeto de contenção de cheia em Muriaé e Pádua. O projeto voltou para o Inea e agora se transformou em projeto de reservação de água e contenção de cheias, certamente para resolver o problema”, finalizou.


Enquanto o projeto não sai do papel, a Prefeitura de Campos protege os mananciais através de reflorestamento às margens do Paraíba e seus afluentes. “Uma das ações mais importantes para a preservação do Paraíba é a proteção das áreas de recarga dos rios, as nascentes, onde os rios se formam. Quando falamos em proteção dos rios, temos que ressaltar a qualidade da água, com tratamento de esgoto, ações de educação ambiental, como as que acontecem no Centro de Educação Ambiental (CEA) para que não haja despejo irregular de lixo e esgoto, além de preservar rios e lagoas e não desperdiçar água” informou o subsecretário de Desenvolvimento Ambiental, Carlos Ronald Macabu.

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/09/geral/1238232-seca-do-paraiba-e-a-mais-longa-em-85-anos.html

Mais Notícias

Bolsonaro diz a governadores que há medidas amargas, mas necessárias

Tudo pronto para Bienal do livro

Joaquim Levy aceita convite de Bolsonaro e vai presidir BNDES

Terpor de Macaé vai sair do papel

Morre o ex-presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, vítima de câncer

Governador do Rio exonera secretário de Governo e presidente do Detran presos pela PF

FABRICANTES DE ROUPAS PODEM TER QUE INCLUIR ETIQUETAS EM BRAILE EM SEUS PRODUTOS

Gasto com salários de magistrados do TJ-RJ vai subir R$ 43 milhões com reajuste do STF

Prefeitura e Câmara solicitam ao Exército auxílio para recuperar ponte em Macaé

Campos se prepara para 1º Festival de Natal

Operação da Polícia Federal tem como alvo deputados do Rio de Janeiro

Liceu completa 138 anos com diversas atividades

Chuva causa alagamentos e Prefeitura de Macaé decreta estado de calamidade

STF pode julgar novo habeas corpus de Lula ainda este ano, diz Fachin

Bolsonaro vê com \'preocupação\' aumento para ministros do STF

Carrefour compra sites de comida e receitas por transformação digital

Prefeitura de Campos reassume terreno da antiga fábrica de macarrão

Bolsonaro: Na democracia só existe um norte que é o da nossa Constituição

Bolt, carro elétrico da GM, chega ao Brasil em 2019 por R$ 175 mil

Petrobras reajusta botijão de gás de cozinha em 8,5% nas refinarias a R$ 25,07

Expectativa para a Black Friday

CNJ julga juiz que acusou Gilmar Mendes de receber para libertar Garotinho

Defesa de Lula faz novo pedido de liberdade, citando suspeição de Moro

Bolsonaro diz que Moro terá “liberdade” para escolher sua equipe

PF vai investigar organização que tenta impedir apuração do caso Marielle

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas