Logo ASP

Notícias



Witzel e Paes são favoráveis a ‘testes de integridade’ sobre servidores públicos

Foto Marcos de Paula / Agencia
RI - Rio de Janeiro (RJ) - 21/09/2018 - Fotos exclusivas para o Caderno Reage Rio sobre violencia. Na foto, Policiais militares fazem patrulhamento ao lado da cabina reativada na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro

RI - Rio de Janeiro (RJ) - 21/09/2018 - Fotos exclusivas para o Caderno Reage Rio sobre violencia. Na foto, Policiais militares fazem patrulhamento ao lado da cabina reativada na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro

Presente na lista de propostas de Wilson Witzel (PSC) e Eduardo Paes (DEM), o “teste de integridade” de servidores públicos poderá ser adotado pelo próximo governador do Estado. Os candidatos que disputam o segundo turno da eleição para o Palácio Guanabara já externaram o desejo de colocar o agente público em uma situação que não esteja de acordo com as leis da administração, o que resultaria em, no mínimo, um processo administrativo, que poderia resultar na expulsão do funcionário.


Em seu plano de governo, Witzel cita três protocolos de controle para regular a honestidade dos servidores. Ele aponta, em primeiro lugar, a adoção do “teste de honestidade”, com a aplicação de processos administrativos caso o funcionário cometa alguma infração. As outras duas medidas são a adoção de um “manual de conduta” do servidor e a criação de uma corregedoria dentro da Controladoria Geral do Estado (CGE-RJ).


Paes, por sua vez, reforçou sua intenção de adotar o “teste de integridade” para verificar se existe alguma prática de infração contra a administração. O candidato promete, também, outras medidas para monitorar os agentes públicos.


— Vou criar a Secretaria de Integridade Pública e um Disque-Denúncia da Corrupção. É preciso acompanhar como aquela pessoa vive. Vamos estabelecer metas, como alcançar o primeiro lugar do ranking de transparência do Ministério Público Federal no primeiro ano de governo — avaliou Paes.


MP idealizou medida contra a corrupção


Em março de 2016, o Ministério Público Federal apresentou documento contendo dez propostas contra a corrupção. Entre as ideias consta a realização do “teste de integridade”, simulando situações para avaliar a honestidade de agentes públicos, em especial os servidores da área de Segurança Pública.


O documentou resultou na elaboração de um projeto de lei, protocolado na Câmara dos Deputados. Após modificações, o texto foi aprovado em novembro de 2016. No Senado, porém, o texto segue parado. O “teste de integridade”, por sinal, divide juristas quanto a sua legalidade, por encenar uma situação contrária ao servidor.

-------------------------------------------------
extraonline
https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/witzel-paes-sao-favoraveis-testes-de-integridade-sobre-servidores-publicos-23144524.html

Mais Notícias

Pezão vira réu em desdobramento da Lava-Jato no Rio

Detran-RJ tem novo horário de atendimento a partir da próxima segunda

Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura

MP denuncia Cabral e Picciani por lavar propina

AGORA É LEI: PRESTADORES DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PASSARÃO A FORNECER PROTOCOLO DE ATENDIMENTO

Propósito é construir Mercosul enxuto que continue com relevância, diz Bolsonaro

Ministério do Meio Ambiente suspende contratos por 90 dias

MP-RJ não tem dúvidas de que morte de Marielle está ligada a milícias

Saiba como motorista vai fazer autovistoria e declarar ao Detran-RJ que carro está em boas condições

Ford terá tecnologia de comunicação do veículo através de rede de celular 5G

Secretários de Witzel 'quebram' cabeça para cortar 20% de cargos ou salários

Corpo de Bombeiros do Rio tem primeira mulher piloto de helicóptero

AGORA É LEI: CARTÃO ESPECIAL DE ESTACIONAMENTO É ALTERADO

Dois brasileiros estão entre os finalistas do prêmio Global Teacher

Rosinha com outra inelegibilidade

Golpe no Instagram: casal de Campos é procurado pela polícia após lesar clientes de todo o Brasil

Garotinho fala em Rosinha candidata

Vídeo: acidente derruba árvore que cai sobre restaurante

Onyx usa empresa de amigo para receber verba de gabinete, afirma jornal

Governo estuda privatizar ou liquidar 100 estatais, diz ministro

Presidência tem a porta aberta para toda a sociedade, diz ministro

Porto do Açu terá aeroporto

Marco Aurélio determina soltura de condenados em 2ª instância

Campos vence prêmio de boas práticas do TCE/RJ em duas categorias

Brasil gasta R$ 725 bilhões com servidores públicos da ativa, mais de 10% do PIB

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas