Logo ASP

Notícias



Empresa que atua em Campos é investigada

Uma das empresas que fornece a merenda escolar para Campos, a Casa de Farinha S/A, foi alvo de uma operação da Polícia Civil de Pernambuco por suspeita de fraude em licitações em diversas cidades pernambucanas. Na semana passada, o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE) determinou que a investigação sobre o contrato da empresa com o Governo do Estado fosse ampliada. Em nota, a Prefeitura campista informou que vai monitorar as ações, principalmente, em relação à execução do contrato no município.


No mês passado, a Polícia Civil de Pernambuco deflagrou a operação Casa de Farinha contra quadrilhas envolvidas em crimes em licitações para compra de merenda escolar para prefeituras do estado. Foram emitidos mandados de prisão contra uma funcionária da empresa e dois proprietários.


Segundo a denúncia, a polícia recebeu a informação de que uma empresa do Paraná conseguiu enviar um representante ao auditório onde seria realizado o pregão. No local, dois homens teriam abordado esse funcionário. De acordo com os documentos, os homens teriam dito para não participar da licitação, pois o resultado do pregão já estaria combinado previamente.


A licitação foi vencida pela Casa de Farinha e depois suspensa pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE).


Em nota, a Prefeitura de Campos informou que “nenhuma empresa foi contratada estando impedida de participar do processo de licitação. A empresa participou do trâmite atendendo toda a legislação pertinente ao certame e à contratação e, na ocasião, não havia nada contra a mesma, pois é feita a consulta e verificação de toda documentação. A operação foi posterior à licitação realizada em Campos, onde o contrato vem sendo cumprido regularmente”.


A Prefeitura também esclareceu, pela nota, que “vai monitorar as ações, principalmente, em relação à execução do contrato no município”. E concluiu: “A contratação de empresa para fornecimento de merenda escolar, que inclui preparo da merenda com o fornecimento de todos os gêneros e demais insumos, além de distribuição e contratação de funcionários, foi dividida em três lotes e a Casa de Farinha foi a vencedora de um deles. Campos conta com 239 unidades da rede municipal de ensino, onde estudam cerca de 55 mil alunos”.

-------------------------------------------------
folha1
http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/11/politica/1241588-empresa-que-atua-em-campos-e-investigada.html

Mais Notícias

Após visita da Polícia Federal, Câmara de Campos demite seguranças RPAs

TRF reafirma condenação de Garotinho, mas decisão do STF impede prisão

Fisiculturista é presa suspeita de atuar como fornecedora de drogas em Itaperuna

Mesa Diretora da Assembleia aceita pedido de impeachment de Pezão

Dodge diz que objetivo da prisão é descobrir como e onde Pezão ocultou propina

Alerj vai repassar R$ 100 milhões para ajudar Pezão a bancar o 13º salário dos servidores

Procuradora-geral da República se manifesta contra adiamento de reajuste de servidores federais para 2020

CPI do Fundecam com assinaturas

Senado avança em proposta que libera uso medicinal da maconha

MPF denuncia ex-presidente Lula por lavagem de dinheiro

Regras sobre teto salarial no serviço público devem ser votadas na Câmara nesta 3ª feira

Construtora se pronuncia sobre prédio de luxo evacuado em Campos

Futura primeira-dama diz que pretende atuar em todos os projetos sociais possíveis

Advogados vão à sede da OAB Campos para eleger nova chapa

Campos sedia grande evento da área do Direito

Bolsonaro diz a governadores que há medidas amargas, mas necessárias

Tudo pronto para Bienal do livro

Joaquim Levy aceita convite de Bolsonaro e vai presidir BNDES

Terpor de Macaé vai sair do papel

Morre o ex-presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, vítima de câncer

Governador do Rio exonera secretário de Governo e presidente do Detran presos pela PF

FABRICANTES DE ROUPAS PODEM TER QUE INCLUIR ETIQUETAS EM BRAILE EM SEUS PRODUTOS

Gasto com salários de magistrados do TJ-RJ vai subir R$ 43 milhões com reajuste do STF

Prefeitura e Câmara solicitam ao Exército auxílio para recuperar ponte em Macaé

Campos se prepara para 1º Festival de Natal

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas