Logo ASP

Notícias



Secretários de Witzel 'quebram' cabeça para cortar 20% de cargos ou salários

Reprodução
José Luís Zamith à direita, ao lado do governador Wilson Witzel

José Luís Zamith à direita, ao lado do governador Wilson Witzel

A reforma administrativa do Estado do Rio, mais especificamente na organização dos cargos comissionados, mal foi anunciada e já está levando o secretariado de Witzel a 'quebrar a cabeça'. Foi proposto o corte de 20% nos cargos ou salários de assessores, além da padronização das funções e respectivas gratificações, para que não haja discrepâncias em cada pasta. 


As regras foram divulgadas nesta quinta-feira (10) por circular interna, conforme a Coluna informou. A orientação é para que os cargos comissionados e as remunerações específicas sejam iguais. E foi criado um teto salarial para cada faixa.


Apesar de a medida receber elogios internamente — até mesmo os servidores ressaltaram que havia "injustiças" e "desorganização" —, isso implicará em cortes de comissionados. Os secretários acreditam que terão de estudar cada caso: em algumas situações, será necessário conversar com profissionais dos quais não abrem mão para colocá-los em um cargo com remuneração menor. Ou terão que abdicar de um funcionário em prol de outro.


Quanto às gratificações, os valores vão de R$ 4 mil (assessoramento, assistência ou apoio de coordenadorias) até R$ 14.921,98 (chefia de gabinete, assessoramento e apoio ao gabinete do secretário). A partir da folha de março, os tetos valerão. 


"Modernização" da máquina


O objetivo é simplificar e modernizar o estado, segundo o secretário de Governança, José Luís Zamith. Ele disse que não havia "racionalidade administrativa", com diferentes órgãos, como departamentos, superintendências e coordenadorias com discrepâncias de remuneração entre funções equivalentes.


Pouco impacto 


"Em alguns casos, o posicionamento do servidor na estrutura não estava de acordo com o nível de responsabilidade dele. Estamos fazendo uma arrumação nas funções e uma moralização para quem exerce cargos de mesmo nível", declarou Zamith por meio de nota. "Focamos no grupo de assessores porque eles representam 60% dos gastos com gratificação. O impacto pode não ser tão grande, mas essa é uma primeira fase da organização de gestão de pessoas", acrescentou.


Grupo de trabalho


De acordo com as informações, toda a reorganização será feita por um grupo de trabalho. 

-------------------------------------------------
odiaonline
http://ejornais.com.br/jornal_o_dia.html

Mais Notícias

MP denuncia Cabral e Picciani por lavar propina

AGORA É LEI: PRESTADORES DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PASSARÃO A FORNECER PROTOCOLO DE ATENDIMENTO

Propósito é construir Mercosul enxuto que continue com relevância, diz Bolsonaro

Ministério do Meio Ambiente suspende contratos por 90 dias

MP-RJ não tem dúvidas de que morte de Marielle está ligada a milícias

Saiba como motorista vai fazer autovistoria e declarar ao Detran-RJ que carro está em boas condições

Ford terá tecnologia de comunicação do veículo através de rede de celular 5G

Corpo de Bombeiros do Rio tem primeira mulher piloto de helicóptero

AGORA É LEI: CARTÃO ESPECIAL DE ESTACIONAMENTO É ALTERADO

Dois brasileiros estão entre os finalistas do prêmio Global Teacher

Rosinha com outra inelegibilidade

Golpe no Instagram: casal de Campos é procurado pela polícia após lesar clientes de todo o Brasil

Garotinho fala em Rosinha candidata

Vídeo: acidente derruba árvore que cai sobre restaurante

Onyx usa empresa de amigo para receber verba de gabinete, afirma jornal

Governo estuda privatizar ou liquidar 100 estatais, diz ministro

Presidência tem a porta aberta para toda a sociedade, diz ministro

Porto do Açu terá aeroporto

Marco Aurélio determina soltura de condenados em 2ª instância

Campos vence prêmio de boas práticas do TCE/RJ em duas categorias

Brasil gasta R$ 725 bilhões com servidores públicos da ativa, mais de 10% do PIB

TRE-RJ diploma governador, senadores e deputados

Suspeito ligado a Orlando de Curicica, apontado por envolvimento no caso Marielle, é preso

Material escolar deve ficar 10% mais caro em janeiro, diz associação

Incêndio atinge Refinaria de Manguinhos, na Zona Norte do Rio

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas