Logo ASP

Notícias



Veja o que acontece em caso de impeachment de Crivella

Pedro Teixeira / Agência O Globo
Marcelo Crivella, prefeito do Rio

Marcelo Crivella, prefeito do Rio

Com o início do processo de impeachment de Marcelo Crivella na Câmara Municipal nesta terça-feira, as atenções se voltam para o que pode acontecer em caso de afastamento definitivo do prefeito. O jogo tem regras definidas e, embora sejam passíveis de mudança, elas devem balizar as discussões que acontecerão nos próximos meses.


A Lei Orgânica do município prevê em seu artigo 102, que, em caso de aprovação do impeachment do prefeito, ele será sucedido no cargo pelo vice. Entretanto, Fernando MacDowell, que era o vice de Crivella, morreu em 20 de maio do ano passado - deixando vago o cargo. Se estivesse vivo, o vice assumiria e completaria o mandato em caso de impeachment.


Quem assume


Nessas circunstâncias, a Lei Orgânica determina que, em caso de afastamento do prefeito, assuma temporariamente seu cargo o presidente da Câmara Municipal. A função hoje é desempenhada pelo vereador Jorge Felippe (MDB). Na votação realizada nesta terça-feira, ele se declarou impedido de votar justamente por conta de sua posição na linha sucessória da prefeitura.


Nova eleição


Uma vez no comando da cidade, Felippe terá de convocar eleições diretas, que acontecerão dentro de um prazo de 90 dias - conforme prevê o artigo 104 da Lei Orgânica do Rio. O trecho determina a escolha do novo prefeito pelos eleitores nos casos em que o impeachment acontece até o terceiro ano de governo.


Escolha pelos vereadores


De acordo com o texto atual da Lei Orgânica, uma eleição indireta para prefeito(aquela em que os vereadores escolhem o sucessor) só é possível nos casos de impeachment no último ano de governo. Falta ainda um ano e oito meses para o fim do mandato de Marcelo Crivella. Em todas as situações descritas, o artigo 104 da Lei Orgânica determina que os eleitos completem o mandato de seu antecessor.


Mudança na Lei Orgânica


No entanto, há um movimento na Câmara Municipal pela aprovação de uma mudança Lei Orgânica que permita que os próprios vereadores escolham o próximo prefeito já no terceiro ano de mandato. A ideia chegou a ser levada a votação na última semana e teve votação apertada: 33 votos favoráveis à mudança da Lei Orgânica contra 15 contrários. Ou seja, por um voto, a medida não teve apoio de 2/3 dos votos do vereadores necessário para ser aprovada. Há a possibilidade do assunto voltar a ser discutido em plenário nos próximos dias.


Obrigações do novo prefeito


Independente se for escolhido por eleição direta ou indireta, o substituto de um prefeito que sofre impeachment fica submetido às mesmas regras político-administrativas. Elas determinam que o ocupante do cargo faça declaração de bens, cumpra o orçamento e atenda as convocações e pedidos de informação da Câmara - entre outras obrigações.

-------------------------------------------------
extraonline
https://extra.globo.com/noticias/rio/veja-que-acontece-em-caso-de-impeachment-de-crivella-23569832.html

Mais Notícias

CCZ reforça ações contra o mosquito Aedes aegypti

Plano de saúde: operadora exclui de convênio dependentes acima de 25 anos

Imposto de Renda 2020: declaração poderá ser entregue a partir de 2 de março; confira

Frente fria vai deixar temperaturas mais baixas no carnaval

Vai trabalhar no carnaval? Confira os direitos trabalhistas

Governo do estado estabelece ponto facultativo no carnaval

AGORA É LEI: PROGRESSÃO FUNCIONAL DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO SERÁ A CADA DOIS ANOS

Projeto do MP do Rio regulamenta afastamento de servidor para atuar em sindicato e associação

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso Nacional

Agora é lei: empregado de órgão público do Rio que atende a população deve usar crachá

Presidente da Ancine é acusado de estelionato e falsidade ideológica

Festival de Vinhos acontece nesse fim de semana no Boulevard Shopping

Itaú Unibanco vai fechar 400 agências até o fim deste ano

Caixa reajusta preços das loterias; aposta mínima da Mega-Sena passará a R$ 4,50

Moro pede que PGR apure citação a Bolsonaro em caso Marielle

Flamengo x River: Chile cancela evento com Trump; tensão sobre final da Libertadores aumenta

Parque de diversões é interditado em Campos

Voos diários serão ampliados no aeroporto de Campos em 2020

AGORA É LEI: LICENÇA DE SERVIDOR QUE TIVER FILHO COM MICROCEFALIA SERÁ AMPLIADA

Torcedor do Flamengo que planejava invasão é preso dentro do Maracanã

Alerj decide soltar cinco deputados estaduais acusados de corrupção

Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha

AGORA É LEI: CARTÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA É INSTITUÍDO NO RIO

Relógio histórico do Largo da Carioca é restaurado e recupera badalada musical

Governo defende que auxílio-doença do INSS seja pago por empresas; entenda

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas