Logo ASP

Notícias



Ao menos duas pessoas morrem e quatro ficam feridas em desabamento de prédios na Muzema

Marcio Alves / Marcio Alves
Bombeiros vasculham escombros de prédios que desabaram na comunidade da Muzema

Bombeiros vasculham escombros de prédios que desabaram na comunidade da Muzema

Uma moradora que viveu por um ano no condomínio Figueiras do Itanhangá, onde dois prédios desabaram na manhã desta sexta-feira. Duas pessoas morreram e outros dois moradores estão feridos. A moradora que não quis se identificar conta que, apesar dos atrativos do local, como o custo de vida mais barato do bairro e a localização, problemas estruturais na região ficavam ainda mais evidentes em dias de chuva.


— Todos que vivemos lá convivíamos com os problemas que a chuva causa na Muzema. Sempre achei a região muito boa, mas falta infraestrutura. Era sempre muita lama, pelo menos, em dias de chuva. A gente nunca espera um desabamento, porque os apartamentos parecem muitos bons e bem feitos, mas é provável que a água tenha afetado a estrutrura desses prédios.


A moradora está tentando vender o apartamento onde morou por R$ 135 mil. Ela diz que esse costuma ser o preço médio de habitações no local, mas que é possível encontrar outros apartamentos bem mais baratos no condomínio que vive uma rotina de construções.


— A maioria dos moradores são pessoas que têm o sonho de conquistar a casa própria. A gente encontra apartamentos bons, um custo de vida barato próximo a Barra da Tijuca e um local que é seguro, até com portaria 24 horas. É verdade que a gente não sabe muito bem quem é o responsável pela obra ou como ela foi feita, mas as outras vantagens falam mais alto.


Ela diz diz que no edifício onde vivia haviam pelo menos quatro apartamentos por andar. O prédio ficava em uma parte mais plana da rua, o que gerava menos transtornos após tempestades.


— Na época, a sensação que eu tenho também é de que não chovia como chove hoje. Quando cheguei lá havia uma rua ao lado do condomínio que não tinha asfalto. Até hoje a via que fica na entrada não tem. Sempre prometeram para nós obras de melhorias ali e acreditávamos nisso, mas muitas não saíram do papel.


Segundo a prefeitura, as duas construções que desabaram eram irregulares. A comunidade Muzema foi uma das mais atingidas pelo temporal que atingiu o Rio de Janeiro. Até esta quinta-feira as ruas da região ainda estavam alagadas. O Rio encontra-se em estágio de alerta desde a última segunda-feira.

-------------------------------------------------
extraonline
https://extra.globo.com/noticias/rio/ao-menos-duas-pessoas-morrem-quatro-ficam-feridas-em-desabamento-de-predios-na-muzema-23593432.html

Mais Notícias

Ação contra Bruno e Wladimir tem parecer

BR-101 terá operação especial nesta Páscoa e expectativa de mais de 515 mil veículos

Ex-presidente do Peru se suicida após receber ordem de prisão no caso Odebrecht

Governo do estado decreta ponto facultativo na véspera do feriado de São Jorge

Aprovação do projeto que liberava porte de armas para deputados e Degase é cancelada

José Maria Marin é banido do futebol e pagará multa de R$ 3,2 milhões

PF faz operação contra esquema criminoso que superfaturava pedágios

AGORA É LEI: ESTADO DO RIO CRIA NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DE VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO

Depois das enchentes, Crivella libera R$ 86,9 milhões para obras

Empresa desiste de embargo e obras do Palácio da Cultura serão retomadas

Governo federal diz que Prefeitura do Rio deixou de usar recursos do PAC para contenção de...

Crivella descarta estado de emergência e atribui parte dos problemas com chuva...

TSE cassa direitos políticos de Pezão e Dornelles

Veja o que acontece em caso de impeachment de Crivella

Pistola é roubada na maior feira de Segurança da América Latina

Ministro do Turismo quer reduzir o preço das passagens aéreas

Flamengo empata no fim, vence o Vasco nos pênaltis e conquista a Taça Rio

Ex-treinador da seleção brasileira de ginástica é banido do esporte

Brownie

Tributarista de Campos é nomeado por Witzel para coordenar Comissão de Reforma Tributária no estado

Presidente do Goytacaz conduzido à DP após fiscalização em postos de combustíveis

Rede Assaí vai se instalar em Campos até julho e deverá gerar no mínimo 300 empregos

Petrobras altera política de preço do diesel e anuncia 'cartão caminhoneiro'

Witzel afirma que não retomará hospitais municipalizados: 'De jeito nenhum'

Empresa direcionou mais de R$ 10,8 milhões para o ex-presidente Michel Temer

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas