Logo ASP

Notícias



TJ-RJ analisa na segunda-feira ação que pode resultar em demissão de agentes de Educação Infantil

Reprodução
Agentes de Educação Infantil: risco de perderem os cargos

Agentes de Educação Infantil: risco de perderem os cargos

Na próxima segunda-feira, dia 8, será julgado pelo Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) um recurso contrário à decisão que torna inconstitucional o cargo dos agentes de Educação Infantil que atuam na rede municipal de ensino do Rio. Segundo o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio (Sepe/RJ), se a decisão for mantida, quase cinco mil profissionais podem perder seus cargos.


O advogado que representa o sindicato, José Eduardo Braunschweiger, explicou que, por um erro da administração pública, o concurso realizado em 2007 exigia a escolaridade de ensino fundamental, quando a legislação federal estabelece a necessidade de ensino médio.


 - A ação foi ajuizada pelo Ministério Público que questionou a escolaridade servidores. Por um erro do município, eles ingressaram no funcionalismo com a escolaridade incorreta. Esperamos que o TJ-RJ seja favorável ao recurso, porque isso prejudicaria muitas famílias e traria caos ao serviço público.


Em junho, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, assinou um termo para efetivar uma lei municipal de 2018 que corrigiu a escolaridade das merendeiras e dos agentes educadores do município, no entanto, os agentes de Educação Infantil não foram contemplados pela medida.

-------------------------------------------------
extraonline
https://extra.globo.com

Mais Notícias

Campanha de doação de medula mobiliza pessoas na corrida Federal kids

CNJ começa a julgar Glaucenir por áudio sobre Gilmar Mendes

Caso Marielle: Réu criou empresa na região do crime em área da prefeitura...

Pós-Graduação da UENF tem inscrições abertas a partir desta segunda

AGORA É LEI: ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES TERÃO QUE CADASTRAR OS RESPONSÁVEIS POR RETIRAR ALUNOS

Defensoria Pública tem 30 dias para justificar reajuste de vale-transporte de servidores

Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor

CNJ condena 21 magistrados que cobraram de R$ 750 a R$ 400 mil por sentença

MEC destina maior parte de verba desbloqueada para universidades

WHATSAPP ELIMINA 1,5 MILHÃO DE CONTAS DE USUÁRIOS BRASILEIROS

Eike é condenado por manipulação de mercado e uso de informações privilegiadas

Mudanças no Ministério Público

Em Brasília, Rafael fala sobre contorno da BR 101

Janot diz que foi armado ao STF para matar Gilmar Mendes

COMPANHIAS AÉREAS SEGUEM AUTORIZADAS A COBRAR POR BAGAGEM APÓS DECISÃO DO CONGRESSO

PROJETO AUTORIZA VOLTA DA “GERAL” NO MARACANÃ

Secretário de Fazenda do Rio garante pagamento de 13º salário dos servidores em dezembro

União estabelece datas de recesso de fim de ano para servidores federais

ALERJ TENTARÁ RECUPERAR RECURSOS PARA SANEAMENTO NO ENTORNO DA BAÍA DE GUANABARA

Primeiras oitivas da CPI da Previcampos acontecem nesta segunda

Estados e municípios têm até sexta para aderir a modelo cívico-militar

Comemoração do Dia Mundial da Árvore com ações de reflorestamento em Campos

Pista principal do aeroporto Santos Dumont reabre neste sábado

Morar Feliz: Processo de Garotinho e Rosinha tem novo relator no TJ

Investigações do caso Marielle levarão a novas prisões, diz delegado

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas